Translate

Pesquisar neste blog

sábado, 10 de junho de 2017

Passageiros


Imagine-se só na extensão do Universo. Sem companhia, tripulante em uma nave espacial. Ou pensando estar sem ninguém por perto. Às vezes, o que é ruim piora. Então, imagine que nesta clausura não existe possibilidade de correspondência com as pessoas na Terra. Esta é a situação de Jim Preston, um mecânico, e de Aurora, aspirante a escritora, representados pelo ator Chris Pratt e a atriz Jennifer Lawrence no filme Passageiros.

Basicamente, Passageiros é um filme bom, embora não seja uma obra-prima do cinema e nem seja o tipo de obra que entra na lista de favoritos de uma parcela significativa de cinéfilos. De maneira surpreendente, mescla drama e humor. E superficialmente aborda os dilemas da vida de Jim e Aurora no espaço. Ao custo de 120 milhões de dólares, foi produzido com a intenção de entreter o público, contar a história ao espectador fazendo-o passar o tempo prazerosamente dinate da telona ou da telinha. Para isso, não coloca ênfase em crises existências, não há foco fixado longamente nas questões das incertezas ou receios.

Num futuro não tão distante, Jim e Aurora viajam na aeronave Starship Avalon. Eles vão para outro planeta, em estado de hibernação artificial. Sem saber o motivo, despertam antes de chegar ao destino. Desejam descobrir porque acordaram no meio do percurso, antes do tempo programado. Vivem um longo romance. E precisam enfrentar algumas situações ainda mais inesperadas.

Bem realizado, foi escrito propositalmente sem explicações lógicas que façam quem o assiste pensar sobre os detalhes da física básica e da inércia, ou da velocidade da luz. Existe sofisticação no trato da sutileza ao abordar a ótica humanística, assim como há firmeza e excelência ao usar os efeitos especiais em inumeráveis cenas - aceitáveis aos que procuram divertimento e algo para fazê-lo desligar-se por duas horas de seus problemas, das coisas chatas da vida real.

Enfim, as imagens e concepção futurista da nave são incríveis; os figurinos são impressionantes, a atuação dos atores compensa o ingresso à sala de cinema ou à sintonia através do DVD. E fica por conta da imaginação do espectador receber toda a licença poética de Passageiros e refletir sobre a aventura de Aurora e Jim exatamente como ela é: uma ficção para ser assistida esvaziando o saco de pipoca e o copo de refrigerante.

Direção: Morten Tyldum
Elenco: Jennifer Lawrence, Chris Pratt, Michael Sheen,  Andy Garcia.
País: Estados Unidos
Ano de produção: 2016
Gênero: Ficção Científica
Duração: 116 minutos

Nenhum comentário:

Postar um comentário